Yoga na Praia


Verão é sinonimo de sol, ar puro e atividades ao ar livre. Aquele momento do ano que esperamos para descansar e redinamizar o corpo e a mente.
Porque não experimentar sair do ginásio ou do estúdio de Yoga, e fazer a sua prática na praia?

O que é o Yoga?

Yoga vem do sânscrito e significa “união”. União do corpo, da mente, das emoções, união do Ser e do Universo.
Em todos os tipos de Yoga, o objetivo da prática é a busca do desenvolvimento espiritual ou de um estado de “iluminação”. No Hatha Yoga, o tipo de Yoga mais difundido no Ocidente, esse estado é alcançado através da prática física que pode ser praticada também na praia.




Benefícios da prática de Yoga na praia

Um dos principais benefícios do Yoga é sem dúvida o relaxamento que proporciona ao corpo e à mente. Ouvir o som do mar e dos pássaros, sentir o calor do sol, respirar o ar marítimo, faz com que essa conexão com a natureza duplica o relaxamento.
Também permite a gestão do stress: o foco no momento presente e no meio envolvente potencia a paz interior, equilibrando mente e emoções.
Além dos benefícios no corpo físico (força, mobilidade e flexibilidade), o Yoga na praia permite criar a ligação com todos os elementos da natureza: água, vento, areia e sol. O meio ideal para despertar os sentidos e criar uma ligação interna mais profunda e genuína.


Altura ideal para a prática na praia

A não ser que estejamos a praticar Hot Yoga (Yoga praticado num espaço entre 38 e 40 graus), a temperatura ideal é entre os 19 e 22 graus. No verão, tendo em conta as altas temperaturas do dia, o ideal é praticar cedo de manhã ou no final do dia ao pôr do sol.
Antes das 9h da manhã, uma prática dinâmica torna-se uma excelente maneira de começar o dia acalmando e preparando a mente para a nossa rotina diária.
Ao pôr do sol, a prática e meditação permite acalmar a mente, limpar as emoções do dia, e aquietar ao som das ondas do mar.
Ter sempre uma camisola quente à mão, pois no relaxamento ou meditação o corpo arrefece.

O que praticar na praia

Pode se praticar Asanas de pés, sentados ou deitados tal como num estúdio de Yoga ou ginásio. O facto de praticar na areia pode ajudar na prática de algumas posturas, mas também pode desafiar. Escolher de preferência um sítio plano.
Roupa confortável, fato de banho (não esquecer a proteção) e não comer antes da prática.
A meditação é importante beneficiando do meio envolvente da natureza para uma maior introspeção.
E para quem é mesmo fã de água, pode atrever-se a experimentar Yoga numa prancha de Paddle Board e fazer Sup Yoga.
Uma experiência que irá desafiar o equilíbrio e estabilidade interna da própria mente.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SAUDADES

RESUMO DA MINHA VIAGEM A BALI

THE YOGA BARN